KMZ ASSOCIADOS

por Kleber B. Ziede

“Planejar para sair na frente, outra vez.”

Leave a comment

O cenário econômico vivenciado em 2017 foi o ápice de um dos mais graves registrados nas últimas duas décadas em nosso País e causou sérias rupturas na estrutura produtiva. Muitas empresas foram obrigadas a reduzir suas operações, demitir talentos e rapidamente reposicionar seus negócios para não sucumbir. Muitas ficaram pelo caminho. Chegamos a quase 14 milhões de brasileiros sem atividade produtiva. O Brasil perdeu seu grau de investimento, o qual foi conquistado à duras penas e os investimentos em infraestrutura desapareceram.

Não bastasse este cenário recessivo, os escândalos de corrupção colocaram a credibilidade dos agentes políticos na berlinda e afastam ainda mais os investidores internacionais de longo prazo.

Aos cidadãos e empresários interessados em retomar as atividades produtivas no Brasil, restava o desejo e a expectativa da renovação do quadro político e a identificação de novas lideranças capazes de conduzir a Nação a um novo horizonte a partir de 2019.

Eis que em 2020, que poderia ser um ano de desenvolvimento e crescimento econômico, se apresentou como o ano da maior crise mundial do século 21.

Crise sanitária global, paralisia em todos os Países e uma mobilização sem precedentes em todo o mundo para salvar vidas e uma corrida contra o tempo para a descoberta de uma vacina que neutralize os efeitos nocivos da natureza sobre a vida do homem.

Este é o momento das empresas olharem melhor para os seus mercados, para o perfil dos seus clientes, que está sofrendo com mudanças significativas, ajustar os seus produtos e repensarem as suas estratégias, olhando o futuro que já se apresenta promissor pois, diferentemente da crise de 2008 do “sub-prime” americano, que se transformou na nossa crise econômica de 2014 até 2017, esta crise sanitária afetou a economia global, mas rapidamente está se mobilizando para um retorno também em escala global.

É hora de planejar o seu negócio, inventá-lo ou reinventá-lo, colocá-lo no foco e definir estratégias e ações que possibilitem desenvolver as atividades e os investimentos, para atender a um mercado que, após mais esta recessão, tem tudo a ser feito e muito a ser reconstruído.

A necessidade de recompor o capital das empresas exigirá novos projetos, com mais qualidade, executados com maior habilidade profissional e com maiores níveis de eficiência e produtividade, como forma de compensar as perdas geradas.

A qualificação das pessoas, a inovação e a utilização de novas tecnologias deverão ditar a nova onda de investimentos das empresas brasileiras.

Quem sair na frente terá a vantagem competitiva necessária de se antecipar à concorrência, conquistando mercado e voltando ao lucro.

A boa notícia para nós brasileiros é que, em meio à esta crise, sanitária, econômica, política e institucional, o nível de empreendedorismo em nosso País cresceu como nunca havia sido registrado antes.

Em parte pela crise de emprego e pela falta de oportunidades. Mas, de outro lado, pelo potencial que o mercado brasileiro oferece, versus a ruptura do mercado com modelos de negócios ultrapassados.

Chegou o momento do empreendedor consciente e experiente com capacidade de realização aproveitar o seu momento.

Kleber B. Ziede – Economista, Sócio da KMZ Associados

Author: kleberziede

Economista, Pós graduado em Planejamento e Gestão , Pós graduado em e Administração Financeira, Especialista em Governança Corporativa, Sócio Sênior da KMZ Associados

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s